Lendas e Contos

4 posts

Para que não fique em esquecimento, as lendas que demarcam as histórias das gentes de Peniche

Nossa Senhora das Mercês

A Lenda da Nossa Senhora das Mercês datam de á muito anos atrás, por volta de 1590 onde piratas Muçulmanos andariam pela costa de Peniche a saquear tudo o que encontravam. Nessas incursões eles roubavam os bens das pessoas que por ali viviam e aprisionavam os cristãos, levando-os como escravos de volta ao norte de África.

Inês e D.Pedro

A Lenda de Inês e D.Pedro por Serra D’el Rei datam de á muito anos atrás, no reinado de D. Afonso IV, pai de D. Pedro I, a sua corte e toda a família real, se encontravam de estadia no então Paço Real da Serra D’el Rei.
Ali descansavam e se dedicavam aos prazeres da realeza, à caça e à pesca no rio São Domingos que então corria largo e que se espraiava na várzea junto ao antigo castelo de Tauria.

Sereia do Carreiro do Cabo

A Lenda da Sereia do Carreiro do Cabo datam de á muito anos atrás, para os lados do Farol do Cabo Carvoeiro e que na verdade era uma velha igreja, a igreja de Nossa Senhora da Vitória, existia ali perto a praia do Carreiro do Cabo.
Um certo dia, nas águas sossegadas da praia do Carreiro do Cabo onde as ondas beijavam calmamente as finas areias douradas, entretinha-se a mulher de um pescador a dar banho à sua filha de tenra idade.

Retábulo da Atouguia

A Lenda do Retábulo da Igreja de São Leonardo e o milagre da Rainha Santa Isabel datam de á muito anos atrás, quando a rainha Santa Isabel mandou colocar um relevo com a imagem da Natividade, numa Igreja que ela gostava de visitar: A Igreja de São Leonardo na Atouguia da Baleia.